quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

TAG: Dias da semana em livros

 

Oi gente! Como vocês estão?
Acho que em toda a minha história com blogs eu só respondi uma TAG. Eu acho muito legal responder a essas perguntinhas e tópicos, então resolvi responder uma que eu acho bem interessante, ela é antiguinha e já vi muitas pessoas responderem por ser bem famosinha: Dia  da semana em livros.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Resenha: Namorado de aluguel

Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor — e possivelmente até a si mesma Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.
Procurando por uma leitura leve e rápida - o que o livro garante, certamente - acabei encontrando muito mais do que eu esperava.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

6 coisas que você não sabia sobre gatos

Oi gente! Tudo bem com vocês? Quem me conhece, sabe que eu amo gatos. Sou apaixonada por eles e pela sua personalidade felina, ranzinza e amorosa ao mesmo tempo. Então eu trouxe algumas curiosidades acerca dessas criaturinhas tão cativantes - e tão incompreendidas. 

Os gatos marcam território - Quando o gato se esfrega em seu dono, além de mostrar afeto pelo mesmo, ele também indica que aquela pessoa é "sua". Isso acontece porque ao se esfregar, suas glândulas liberam um odor semelhante ao da suas patas e cauda, que o ajuda a reconhecer aquela pessoa.

O ronronar é desconhecido -  os cientistas não sabem o por quê do gato fazer esse barulhinho (que para mim é muito reconfortante). Alguns cientistas acreditam que eles ronronam fazendo a zona mais profunda da sua garganta vibrar. E alguns dizem que eles ronronam quando estão felizes e afetuosos.
  
O maior felino - o maior felino do mundo é o tigre siberiano, com 3,6 metros de comprimento e pesa mais de 300 kg.

Gatos trazem sorte - ao contrário de superstições bobas e até preconceituosas, gatos pretos não dão azar. Em países como Reino Unido, eles são sinais de boa sorte. Por isso gente, vamos desmistificar essas ideias errôneas e ajudar a diminuir a crueldade com os bichanos pretinhos

Gatos hidrofóbicos - os gatos costumam não ser tão fãs de água porque o seu pelo não isola o calor quando fica úmido. Mas existe a raça Van turco que possui o pelo resistente à água. Todavia, isso é muito relativo, pois os meus adoram uma água, em movimento principalmente. 

Flexibilidade - já parou para notar como os gatos dormem retorcidos e em posições hilárias? E ficamos nos perguntando se essa posição não dói ou incomoda? Não, não incomoda. Essa flexibilidade toda se dá pois os gatos possuem 53 vértebras em sua coluna, tornando-a extremamente flexível.

Vocês conheciam algumas dessas curiosidades? 

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Resenha: Corte de espinhos e rosas

Ela roubou uma vida. Agora deve pagar com o coração. O primeiro volume da série best-seller, da mesma autora da saga Trono de vidro. Neste primeiro livro da série, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira ― que ela só conhecia através de lendas ―, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

Corte de Espinhos e Rosas era um livro pelo qual eu não dava nada, pois fantasia não era um gênero que me atraía tanto quanto romances mais jovens e thrillers. Todavia, ao ler esse livro, fiquei encantada pelo universo, pelos personagens e pela história. Fico feliz que tenha adquirido logo os três volumes.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Decoração inspirada em Friends

Olá gente, tudo bem com vocês?
Após quase três anos sem publicar absolutamente nada por aqui, resolvi voltar e espero continuar ativa, fazendo algumas atualizações semanais. Em 2019, eu me apaixonei por Friends. Pelos personagens, pela conexão entre os atores, pela história, pelos looks da Rachel e principalmente pela decoração. Eu amo o apartamento da Monica, que como eu, é obcecada por limpeza e perfeccionista. Separei para vocês algumas decorações do apartamento dela que eu amo.

segunda-feira, 6 de março de 2017

Resenha: Uma chance para recomeçar


Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma das suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e deseja aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos precisam ser vencidos para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?





Autor: Diana Scarpine | Título: Uma chance para recomeçar | Páginas: 432
Editora: Pandorga | Adicione no Skoob | Compre: Saraiva Amazon Submarino

Após finalizar a leitura deste livro, percebi que recomeços são necessários para viver, mesmo que isso seja doloroso em alguns momentos. Não sou a maior fã de romances adultos, prefiro os mais jovenzinhos.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Resenha: A Garota no Trem, Paula Hawkins

 Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Janson –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.

  


Autor: Paula Hawkins | Título: A garota no trem (The girl on the train) | Páginas: 378
Editora: Record | Adicione no Skoob | Compre: Saraiva Amazon Submarino
 
Após ler esse livro, percebi que meu gênero favorito de livros eram os thrillers psicológicos que levam os leitores até o fim do livro à flor da pele por respostas.

back to top